O poder do cliente!

Sabemos que o cliente é o alvo de todas as empresas e que o principal objetivo é vender os produtos/serviços da empresa à eles, porém, cada vez mais o cliente vem transformando-se em uma importante ferramenta de comunicação para as empresas. 

E é neste ponto em que os profissionais de marketing trabalham incessantemente para tentar saber e entender o que os consumidores pensam e esperam sobre seus produtos/serviços. Atender os desejos e expectativas dos consumidores é o ponto principal para torná-los “mídias ambulantes” da sua marca. 

Atualmente não há mídia melhor do que um cliente satisfeito falando sobre os produtos de determinada empresa, hoje não basta vender produtos ao cliente, é necessário atendê-lo e satisfazê-lo de tal forma que ele passe a ser um “meio de comunicação”, propagando as qualidades e atributos do seu serviço ou produto.

O poder de alcance deste cliente “mídia” é inimaginável, afinal quase todas as pessoas do planeta possuem algum perfil em algumas das redes sociais, podendo assim demonstrar, literalmente para todo o mundo, sua satisfação ou insatisfação com determinado produto/serviço.

Hoje como é muito comum a pesquisa na internet para fazer compras de quaisquer que sejam os produtos/serviços, um propaganda espontânea, positiva ou negativa, poderá trazer ganhos ou perdas inestimáveis. Afinal um cliente satisfeito pode até não trazer mais nenhum cliente, mas com certeza um insatisfeito irá afastar pelo menos 5 do seu produto/serviço.

Uma resposta

  1. É possível até pensarmos na lei Áurea neste momento, será que a dignissíma princesa Isabel era tão solidária assim? Que gesto bonito, nobre…. a abolição da escravatura não foi somente um ato de humanidade, primeiro que sofreu forte pressão por parte da Inglaterra, mas qual a real lógica disto? Logicamente que a expansão do comércio pelo globo terrestre, já que escravos não tem nenhum tipo de poder aquisitivo..o nome já diz ESCRAVO, portanto, qual era seu poder de consumo? Nenhum obviamente, esta foi uma “puta” jogada de marketing (e de mestre). Além de cair nos braços da sociedade como os “bons samaritanos”, de quebra ganharam um novo público consumidor, inicialmente de pouca expressividade que com o passar do tempo se tornaram a grande massa consumidora…os assalariados que por sua vez, virou cliente com poder de escolha entre o produto e/ou serviço da marca X ou Y.

    Abraços,
    beijos para as meninas!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: